Escrever para transformar.

  • Matheus de Aguiar Soares Lima

"Se voce não mensura, não gerencia"



Seja a sua campanha brilhante de marketing, seja uma dieta, ou seja, para aprender uma nova habilidade como falar um novo idioma ou até aprender a tocar um novo instrumento musical.


 Se você não conseguir medir, você estará apenas gastando sua energia (dinheiro também) e dificilmente conseguirá evoluir, aliás, como melhorar se eu não sei por onde começar e nem o quanto melhorar?


O autor da famosa frase no título é de um senhor conhecido como o “pai da administração”, Peter Ferdinand Drucker, por causa da sua capacidade de interpretar dados presentes do mundo dos negócios e prever suas implicações no futuro.


Peter Drucker, além de professor, consultor e escritor, era também um visionário e uma de suas maiores contribuições para a administração foi discutir a gestão moderna, trazendo pilares para a sua construção enquanto disciplina, ampliando seu campo de atuação e criando conceitos que permitissem estudá-la em âmbito acadêmico.


 Com isso, a área passou a ser considerada ciência social prática e humanista, cujos pilares não se limitavam apenas ao âmbito organizacional, mas se relacionava com filosofia, economia, psicologia, história, matemática e teoria política.


Até poucos anos atrás os departamentos de marketing e agências de comunicação possuíam certa dificuldade em mensurar os resultados obtidos e relacioná-los aos seus esforços, entretanto com os avanços da tecnologia e o surgimento do marketing digital, hoje conseguimos mensurar e gerenciar 100% das nossas campanhas digitais.


Tanto que hoje existem novos postos de trabalho como “analista de growth hacking”, “analista de performance”, “cientista de dados”, entre outros, todos focados em analisar dados, identificar tendências e prever cenários.


Analisar informações passadas para aumentar a probabilidade de acerto de uma ação no futuro é algo que a humanidade já usa há bastante tempo.


Há aproximadamente 500 anos antes de cristo, Confúcio, um filósofo chinês, já havia dito que “se queres prever o futuro, estude o passado”.


 Na recente história da humanidade, sempre possuímos informações sobre os acontecimentos passados e através dessas mesmas que os principais líderes e sábios se baseavam para tomar suas decisões.


Atualmente, conseguimos uma exatidão consideravelmente maior dessas informações. Isso ocorre pelo alto volume de dados que estamos gerando, possibilitando a leitura de mais fatos e maior probabilidade de análise.


Todas as vezes que utilizamos computadores para processar e entender comportamentos padrões, conseguimos antecipar certos acontecimentos e ações.


Como incorporar essa cultura de análises de dados na minha vida ou em minha empresa?


 1º Passo – Estipule um objetivo!


Estabeleça uma meta de forma clara e mensurável (compartilhe com todos os envolvidos).


 2º Passo – Estipule metas a médio prazo!


Nessa etapa nós desdobramos a meta principal em metas intermediárias e definimos os indicadores de performance chaves (os famosos KPI`s em inglês), semanais, quinzenais e mensais. Nesta etapa você irá decidir quais serão as métricas que irão determinar o sucesso do seu negócio, e por isso esses indicadores precisam estar 100% alinhados com os objetivos que você levantou anteriormente.


 3ª Passo – Crie hábitos!


 Desenvolva o hábito de acompanhar diariamente os indicadores, a fim de não ter nenhum susto ao final da semana ou do mês. Se não desenvolver uma rotina bem definida e estruturada todo esse esforço valerá de nada.


Em caso de uma equipe, estabeleça uma rotina para que cada integrante habitua-se a acompanhar diariamente seus respectivos indicadores e certifique-se que estejam envolvidos com o projeto para sempre analisarem os dados de forma estratégica. 


Independente de quais são seus indicadores chave de performance, é sempre uma boa ideia acompanhá-los mensalmente e criar o hábito de comparar o número do mês atual ao do anterior.


Mensurar, Gerenciar e Melhorar


Espero não ter te desanimado com essa lista de tarefas e principalmente, que eu tenha conseguido provocar alguma reflexão sobre a importância de se analisar dados, de modo que possa usar e desenvolver essa habilidade analítica para qualquer área da sua vida e não somente no âmbito profissional.


Se pretende evoluir ou realizar qualquer projeto que seja, tem em mente que precisará de disciplina, organização e principalmente clareza de onde se quer chegar.


Um abraço,

Matheus de Aguiar

5 visualizações0 comentário